09 março 2010

Terremotos & Tsunamis - Parte 3

taddeu vargas
"O violento terremoto que sacudiu o Chile no final de fevereiro deslocou a cidade de Concepción por mais de três metros, em direção a oeste, revelaram cientistas nesta segunda-feira." Li esta manchete e a notícia correspondente, assim que abri o navegador num site de notícias, quando me preparava para escrever o texto que segue, há poucos instantes.
Tentarei ser mais didático para que todos compreendam melhor a linha de raciocínio da série de textos T&T.
Uma coisa é a ação do homem que destruiu parte da camada de ozônio, pela emissão de gases tóxicos, com a indústria, as queimadas, etc. No mesmo caminho, sujou e contaminou os mananciais de água potável e os mares, desmatou florestas, envenenou áreas de terra e conseqüentemente os alimentos, etc. Essa foi a ação da sociedade humana desde que se tem notícia.
Não é disso que estamos falando! 
As crônicas buscam alertar sobre uma outra questão, mais grave e que pode mudar o quadro planetário e reduzir a população terrestre para um terço da atual...em segundos! Isso mesmo! A morte de dois terços dos seres vivos da terra. Pra falarmos apenas da população humana, seria um pouco mais de 4.000.000.000 (quatro bilhões) de pessoas...em segundos.
Esse é o risco que a humanidade corre. Mas não tem a ver com a questão ambiental, pelo menos não diretamente, embora sejam sintomas da mesma doença.

O deslocamento do eixo da terra não está ligado ao que o homem fez, mas ao que deixou de fazer!

O que pode ocasionar um colapso de tal proporção é um vigoroso deslocamento do eixo de rotação da terra, provocando alteração completa no clima, destruição material quase absoluta e a morte da maioria dos seres vivos do planeta. As possíveis causas desse provável evento residem na desconexão da maioria da humanidade com sua origem. A dissintonia energética entre o homem e a natureza.
Este mal não pode ser combatido com procedimentos ambientalmente corretos ou qualquer tipo de providência científica conhecida dos seres humanos, pois as causas não seriam afetadas por esses tipos de ações. Apesar da ineficácia de posturas ambientalistas, embora bem-vindas, e da ação material humana visando conter as causas de uma possível hecatombe planetária, existe uma solução para esse problema e ela está ao alcance da humanidade.

Somente a propagação de ondas de amor pode salvar o planeta

Os átomos que formam as moléculas que constituem as placas tectônicas são da mesma espécie dos que constituem nossos corpos, a água, o ar, a terra. Somos todos uma coisa só. É neste nível, no nível atômico que reside a única saída para o planeta.
A física quântica já conseguiu comprovar que os elétrons de um átomo, quando observados, interagem com a intenção humana, alterando sua rota de circundação nuclear.
Parece muito simples, mas Deus nunca disse que seria muito difícil! Ele falou que tinha que amar!
A intenção é a ferramenta poderosa que pode alterar o curso catastrófico dos acontecimentos. A propagação consciente de ondas de amor pode salvar o planeta terra, pois não existem outros emissários que possam chegar até às causas do problema e consertá-los.
Amanhã falaremos de como devemos agir, diariamente, por apenas 15 minutos, para interagirmos neste processo, enviando ondas de amor diretamente às nascentes subterrâneas do planeta. A formação de uma massa crítica humana com esse objetivo pode reverter o que parece irreversível.
TaVar
taddeu vargas

25 comentários:

Maria Tereza Venzke disse...

Bom dia Taddeu!

Concordo plenamente c/ sua opinião.

P/ enriquecer esta teoria, deixo p/ vc e quem se interessa por este assunto um texto de Masuro Emoto q recebi da amiga Lena.

"O que eu venho dizendo nesses vinte anos é que “a água retém informação”. E a informação que mais afeta a água é a mente (ou o mental) das pessoas. Funciona como se a água fosse o espelho do nosso coração. Eu não acho que a água da profundeza seja uma exceção e eu acredito que o estado de energia de tal água reflita o estado mental das pessoas que vivem na superfície.
Mais em:
http://despertandonaluz.blogspot.com/2010/03/o-que-eu-penso-sobre-o-terremoto-no.html


Abraço fraterno

Tereza

Maria Bonfá disse...

é assustador tudo o que vc disse.está acontecendo tanta coisa e tão rapido que fico assustada mesmo.. esta maravilhoso seu post.. vc escreve de uma manneira clara e objetiva.. amo vir aqui te ler..e amanhã quero saber como devo agir.. estarei aqui..lindo dia para ti..beijão

Taddeu Vargas disse...

Minha amiga Maria Tereza, sempre chegando na hora certa! O texto enriquece muito o que estamos tentando passar. Não perca o texto de amanhã, que vai falar sobre como tentar influir na situação atual. Abraço forte!

Vanessa disse...

OLá Tadeu, muito obrigada pela força, é bom saber que não estou sozinha nessa luta.

Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Marujo
Passei para conhecer o seu blog. Gostei do que vi e com certeza vou voltar.
Grande abraço

Simone Anjos disse...

Taddeu,
É isso mesmo amigo, só com muito amor podemos mudar a situação do planeta. É preciso tomarmos consciência de que as nossas ações em relação ao outro, ao planeta, afetam a nós mesmos. Plasmamos aquilo o que pensamos, e uma massa que só pensa o que “os outros querem” é fácil de causar uma hecatombe em qualquer planeta, ou pensando além, até no universo... (divagações).
Todos os dias (saindo do assunto, mas nem tanto) a indústria cinematográfica lança filmes de terror, de destruição e catástrofes na terra, sem falar nos meios de comunicação que só faltam jorrar sangue nas telas e os jornais se espremidos saem sangue. Tudo isso, nós emanamos para o espaço como ondas magnéticas que vão e voltam já plasmadas em forma do horror que está sendo transformado o nosso planeta.
A educação deve incluir a espiritual, mostrar a verdade que existe atrás do véu (pois essas premissas todas as religiões sabem, cada uma do seu modo, mas conhecem bem o poder do pensamento, da física quântica, etc), porém essas verdades interessam a quem? Recheiam a carteira de quem? É mais fácil deixar a massa não pensante não “acordar”para a realidade.
E dessa maneira, a massa acrítica ( e no meio, também, a crítica) vai sendo levada, dizimada, sem mesmo saber o que está acontecendo com a terra, com suas vidas.
Amei o seu texto, vamos usar a internet com sabedoria, levar a informação, fazer a nossa parte (a nossa parte é pretensão minha), esclarecer, dividir um pouco daquilo que os Mestres nos passam, nos inspiram... Com e através do amor, nos salvar, salvar o nosso planeta, quiçá o universo, emanando pensamentos e vibrações de amor para a Mãe Gaia.
Divaguei demais por aqui Marujo.
Beijos na sua encantadora alma,

Cristina Telles disse...

Ola, Tadeu,
Grata pela sua visita, seje sempre bem vindo, e grata pelo carinho...
No livro Código de òrion, e colocado que estas catastrofes são esperadas e que havera dia 21 de Dezembro de 2010 uma configuração no céu em que vários planetas se encontram para reorganizar o planeta, sendo assim colocam, como se a terra fosse sair do seu eixo... sua rota... e teremos o mesmo cataclisma da era do gelo!!!
Concordo que só o amor pode renovar este planeta, mais esse amor tem que habitar nos homem entre si...
Adorei seu blog e voltarei...
Grata,
Cristina Telles

Taddeu Vargas disse...

Uaaauuuuuu! contribuição maravilhosa! Obrigado querida Simone! (sem ser cantada!!! rsrs...).
Que bom que esse espaço possa acolher comentários como o seu e assim gerar uma ampla exposição desse modo de pensar.
Como você escreveu, do outro modo de pensar os meios de comunicação se encarregam de vitaminar!
Sejam muito bem-vindos seus comentários minha querida amiga. Entre sem bater! Abração!

Elaine Barnes disse...

Vim retribuir a visita. Seu texto é bem completo e muito bem escrito, bastante direto e esclarecedor. Cuidar ,interagir com o planeta com pensamentos bons,o coletivo. Ações diferentes. A mãe Terra está furiosa! Bem, preciso ir , montão de bjs e abraços

Hana disse...

Olá, vim visitar o mais recente visitatne do meu blog, e vim agradecer de coração, venha sempre que puder grande Marujo do Mar!Gostei muito do seu blog, vou vir sempre!
com carinho
Hana

Hana disse...

Vou deixar meu carinho em forma de John Lennon, espero qeu goste!
Imagine
.Imagine que não há paraíso. É fácil se você tentar. Nenhum inferno abaixo de nós. E acima de você apenas o céu. Imagine todas as pessoas. Vivendo para o hoje. Imagine não existir países. Não é difícil de fazer. Nada pelo que lutar ou morrer. E nenhuma religião também. Imagine todas as pessoas. Vivendo a vida em paz.Talvez você diga que eu sou um sonhador. Mas não sou o único. Desejo que um dia. você se junte a nós. E o mundo, então, será como um só. Imagine não existir posses. Surpreenderia-me se você conseguisse. Sem ganância e fome. Uma irmandade humana. Imagine todas as pessoas. Compartilhando o mundo. Você pode dizer. Que eu sou um sonhador. Mas não sou o único. Desejo que um dia. Você se junte a nós.E o mundo, então, será como um só.
john Lennon
Sou um sonhador que bom que não sou único!!Eu Hana convido vc a sonhar conosco!
Com carinho
Hana

MARIA L. BÓZOLI disse...

Agradeço as suas muitas visitas.
Saudades........Estive um pouco ausente.

Boa Noite! Beijos & Poesia!

lita duarte disse...

Oi, Taddeu.

É hora de uma mudança profunda.
Tá na hora de transformar, espalhar coisas boas.
Podemos? Sim, podemos.

Tenha um ótimo dia.

Um forte abraço.

Sandra Botelho disse...

Eu ja ando meio perdida no meio de tantas teorias, vi esses dias um premiado cientista dizendo que o planeta não está mais quente e ele conseguiu provar que não, dai vem outro e fala exatamente o contrario e tbem prova.
Dificil entender, eu só acho que se cada um fizesse sua parte as coisas não teriam chegado nesse ponto.
Mas consciencia não se obriga se adquire não é?
Bjos no coração!

Maria Bonfá disse...

bom dia querido. lindo dia para vc..beijão

Nathália (Ná) disse...

Tadeu,
Passei para retribuir a visita. Sinta-se a vontade para voltar sempre que desejar.

Tadeu, eu não sou uma pessoa pessimista, eu tento sempre ver o lado bom de cada situação (mesmo nas mais di
ficeis), mas ultimamente tenho me sentido um pouco pra baixo, um sentimento de solidão enorme, parece que estou sempre sozinha, sei que é apenas uma fase e logo estarei bem novamente, agradeço pelas suas palavras, pois me fez refletir mais ainda, e você tem razão, eu sou amada, e muito amada por mim mesma, afinal tenho uma missão nessa vida e espero completa-lá.

Beijos!

Taddeu Vargas disse...

Olá Ná, eu tenho certeza que sim! Um beijo grande e muito obrigado pela visita!

Carolina Arêas disse...

Me farei presente por aqui! ; )

Sônia Silvino disse...

Olá, Taddeu!
Obrigada pela sua participação nos meus blogs. Estarei te seguindo, conterrâneo!
A impressão que dá é que tudo está acontecendo muito rápido e em muitos lugares. Será só impressão ou o planeta está reclamando do modo como o tratamos???
Bjkas!

Fátima disse...

Boa madrugada Tadeu.

Venho para agradecer seu carinho em nos visitar e nos acompanhar.
Sua presença será sempre bem vinda.

Quero reler seu texto com muito cuidado, mas adianto que realmente está certo em dizer que nos atentamos ao que o homem faz quando na verdade o que ele não faz é que muda tudo.

Fui pega por uma infecção de ouvido que realmente me derrubou, com isso deixei o blog meio sem atualizações, me levantei agora para tomar o antibiótico, não resisti e vim dar uma olhadinha.
Assim que me sentir melhor quero futricar seus textos,e assim comentar com fundamento, já vi que vou virar frequesa.

Bom fim de noite.
Grande abraço.

leila | REIS disse...

Olá Taddeu,

a satisfação é minha de receber a sua visita e gentis palavras. Eu também escolho o caminho do amor. E por trás de todas as catastrofes que estamos sujeitos, além da reação "real" da natureza a tanta agressão, existe a atuação do pequeno grupo, que detém o maior poder, de forma gananciosa, mais conhecido por elite. Então estamos num ponto em que não sabemos se as catastrofes são reações naturais ou criadas. Como enfrentar CHEMTRAILS, HAARP, H1N1? Porque o alerta do Tsunami não foi dado? Porque Cármen Fernandez renunciou nesta quarta-feira (10) ao cargo? A renúncia ocorreu 11 dias depois de o país ter sofrido um terremoto de magnitude 8,8 na escala Richter. Não há limites da ganancia pela manipulação e controle, e isso me assusta mais que do que reações das profundezas, e deslocamento do eixo, porque não sabemos quando e de que forma estamos sendo submetidos. Porque o que chega a nós vem influenciado por estes interesses e distinguir o inocente do perverso é tarefa difícil.
Sem pretender sair do tema, mas ele é muito mais abrangente do que temos consciência. A maioria da população é inocente em relação a isto e aceita e recebe o que a mídia, que já vem engessada, despeja diariamente, em nossas mentes, pela tv e rádio, pela rua... etc. E na maioria das vezes vemos o que querem que vejamos e não o que realmente é.
Isso sim é assustador para mim, porque o que é natural vêm de DEUS, e Dêle e por Êle são todas as coisas e não permitirá que o mal prevaleça. Para tudo há um propósito, e no seu infinito Amor nos deu o livre arbitrio e no devido tempo intervirá na ação desmedida do homem.
Obrigada pela sua visita e feliz por ser conterrânea. E agora pergunto: De onde? Eu nasci em Taquara e resido em Porto Alegre. E vc?
Abraço e voltarei sempre. Gostei de estar aqui.

José Carlos Angelo disse...

Olá Querido,
Gosta de moda? Entende tudo? Não entende nada? Mas quer dicas de como se vestir melhor?
Adicione como seguidor:
http://euvouassimhomens.blogspot.com/

E fique informado sobre as tendências de moda masculina.
Esperamos sua visita!

Sandra Helena Queiróz Silva disse...

Olá Tadeu!

Muito obrigada por sua visita em meu blog,seu blog tem muito requinte e um cantinho virtual aconchegante com excelente leitura.

Beijos de Luz!

doce anjo disse...

Simples e objetivo a forma que trata os assuntos que pramuito sao assustadores, gostei grande , parabens pela coragem e sabedoria, sou mais um seguidor seu, espero sua visita meu blog, e que esteja em breve em meu holl seguidores tbm um forte abraço, voltarei sempre otimo final de seman pra tie familia... Marquinhos

Graça Pereira disse...

Nunca tinha olhado o problema por esse prisma: As coisas acontecem não por aquilo que o homem faz mas sim, pelo que ele DEIXOU DE FAZER!
Certissimo.
Beijocas e uma semana feliz
Graça