07 março 2010

Terremotos & Tsunamis - Parte 2

taddeu vargas
Antes de entrarmos diretamente no tema do post, em continuação ao texto de ontem (abaixo), com o mesmo nome, devemos dizer da importância, ao discutirmos esse tema, de relativizar as observações de acordo com a escala em que elas são feitas. "Pena que cientistas e jornalistas contemporâneos não tenham essa mesma preocupação, e pior, divulguem efeitos do terremoto ou do tsunami com um destaque absolutamente desproporcional à verdadeira relevância desses efeitos, sobretudo quando se trata de um assunto sobre o qual o conhecimento do público é reduzidíssimo. Como agravante, nesse caso, há a grande dificuldade de percepção da real dimensão dos fenômenos discutidos, decorrente da falta de noção que as pessoas têm da escala desses efeitos." Alberto Gaspar, em "Terremotos, tsunamis e seus efeitos" (Doutor em Educação pela USP, Prof. de Física da Unesp-Guaratinguetá).
Ou seja, os resultados produzidos até aqui pelos terremotos, no deslocamento do eixo terrestre foram mínimos, não tendo em si, a capacidade de mudar nada de nossas vidas. O que não diminui a importância dos eventos e a preocupação que devemos ter com suas conseqüências, pois a intensificação destes e sua disseminação, como vem ocorrendo, pode, aí sim, causar danos irreparáveis ao homem e ao seu habitat.
Minha proposta, ao levantar esta questão é falar da minha percepção de que o deslocamento do eixo da terra não está ligado ao que o homem fez, mas ao que deixou de fazer! Assim, não devemos procurar a causa desses fenômenos nos perversos hábitos humanos e na cultura terrestre, que deixaram e deixam, diariamente, marcas profundas no complexo planetário, formado por terra, água e ar, onde habitamos.
A causa desses fenômenos naturais de movimentos subterrâneos nos quais placas tectônicas se movem provocando forte tremor na superfície, deve ser buscada na relação do homem consigo mesmo e com o Universo.
A matéria prima utilizada para criar as entranhas de nosso planeta é a mesma que foi usada para construir as galáxias que perambulam pelo Universo de Deus, distantes milênios luz daqui: uma energia eletrônica chamada "amor". Do mesmo modo é a mesma a inteligência superior que as projetou e erigiu.
Estes são os palcos onde os seres de consciência devem habitar e dar seqüência a vida. Essa seqüência se dará de forma harmônica e feliz, tanto quanto maior a identificação desses seres com a matéria prima da construção do todo.
O ser humano, em seu perfil de evolução atual, vibra num grau diferente da vibração da criação, gerando um dissintonia que afeta à vida.
O desamor é uma afronta à vida, pois nega a criação de tudo-o-que-existe! E tudo é amor!
As placas tectônicas e as células de qualquer parte de nosso corpo são feitas da mesma substância e obedecem à mesma ordem universal, regida por leis imutáveis que ordenaram toda criação, de tudo que conhecemos e do que ainda não. Enquanto não apresentarem a mesma vibração e conseqüente sintonia energética, estarão trabalhando com objetivos diferentes, oportunizando eventos distintos do esperado.
Amanhã postaremos um texto que avalia aonde isso tudo pode nos levar.
Bom domingo!
TaVar
taddeu vargas

23 comentários:

Leca disse...

Boa dia Taddeu...
Parece que boa parte do jornalismo, da ciência e da população...ainda não entendeu o verdadeiro risco e consequência de seus perversos hábitos...
Alguns dos danos são irreparáveis...e os terremotos e tsunamis chocalham cada vez mais...pode ser uma tentativa de fazer tremer a consciência...e reavivar o amor...
Gostei do seu comentário lá no meu blog...volte quando puder...também estarei por aqui...
beijo
Ótimo domingo
Leca


Gostei muito de conhecer e ler esse seu texto

Tatiane Lemos disse...

"o deslocamento do eixo da terra não está ligado ao que o homem fez, mas ao que deixou de fazer!"

Adorei essa parte, pois o ser humano ñ está acabando com o planeta...

Beijos! Passo com mais calma!

Marize Camara disse...

Muito bem posto sua observação a tudo que ultimamente vem acontecendo com as mudanças do planeta, mas, nós reles humanos, cheios de imperfeições, erros e defeitos, jamais vamos parar de fazer besteira e errar sempre, afetando cada vez mais a natureza.

Não adianta quase nada tantos alertas, tantos pedidos para preservação da natureza, onde poucos a defendem e muitos a destroem. Sei que pensando assim fortaleço a ideia de que nada melhorará, mais é o que penso, enquanto o homem não parar de agredir a natureza com sua ganância, cada segundo ela se rebelará contra a própria natureza humana. É como um afronta natureza x homem, e que é óbvio que a natureza majestosa sempre vencerá.

Tomará Deus que tudo se acalme e que na grandiosa sabedoria divina, dê luz a essa humanidade cega.

Abraços e um ótimo domingo para vc e família.

Marize Camara

Pelos caminhos da vida. disse...

A qualquer hora

Escuta meu amigo...
A qualquer hora em que chegares, sentarás comigo à minha mesa.


A qualquer hora em que bateres a minha porta, o meu coração também se abrirá.


A qualquer hora em que chamares, eu me apressarei.


A qualquer hora em que vieres, será o melhor tempo de te receber.


A qualquer hora em que te decidires, estarei pronto para te
seguir.

A qualquer hora em que quiseres beber, eu irei a fonte.


A qualquer hora em que te alegrares eu bendirei ao Senhor


A qualquer hora em que sorrires, será mais uma graça que o senhor me concede.


A qualquer hora em que quiseres partir; eu irei à
frente nos caminhos.


A qualquer hora em que caíres, eu estenderei os braços.


A qualquer hora, em que te cansares, eu levarei a cruz.


A qualquer hora em que te sentires triste, eu permanecerei contigo.


A qualquer hora em que te lembrares de mim, eu acharei a vida
mais bela.


A qualquer hora em que partires, ficarás com a lembrança de
uma flor.


A qualquer hora em que voltares, renovarás todas minhas
alegrias.


A qualquer hora que quiseres uma rosa, eu te darei toda
roseira.


Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar uma amizade
que não seja toda, de todos os instantes e para todo bem.

(texto tirado da net).

beijooo.

Helly disse...

BINGOOOO!!!!
Essa é a questão principal, meu amigo, sintonizar com a natureza.
Vibramos tanto com o próximo, quanto com nós mesmos, em tons musicais distintos da nossa real natureza.
Até racionalmente, compreendo tudo isso, mas para mim, colocar total prática meus conhecimentos, têm sido um desafio enormeeee!!!!
Não quero mais repetir oa mesmos erros, trago esses terremotos e tsunamis da minha própria vida, nem falo aqui do planeta em si.
Pois, creio que quando cada um, conscientemente se organizar no seu mundo interior e conseguir praticar o AMOR POR SI E PELO OUTRO, transformaremos nosso planeta.
Esse texto trouxe essa reflexão profunda em mim.
Gratidão profunda!
Helly

Taddeu Vargas disse...

Seja muito bem-vinda Leca. Adorei seu blog e voltarei sim. Abraço forte.

Taddeu Vargas disse...

Olá Tatiane! Muito obrigado pela visita. Volte sempre. Beijo grande.

Taddeu Vargas disse...

Olá Marize, muito obrigado pela visita e pelo comentário apropriado. Volte sempre. Excelente final de domingo e uma semana de muita paz e felicidade. Beijo imenso.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Agradecendo o carinho de sua visita e deixando meu carinho também.

Ótima Semana e Feliz Dia da Mulher!!

Taddeu Vargas disse...

Salve Helly querida! É isso aí, você pegou o viés da coisa! A natureza somente age de acordo com seu chip de criação. Ela não introduz nenhum fato novo. O homem é que, pelo livre arbítrio, se desconecta da criação e gera o desiquilíbrio. Por isso a necessidade de meditar! A meditação leva a descoberta do amor incondicional...e com ele aumentamos nosso nível vibracional....entrando em sintonia com o resto do Universo. Se todos (ou uma parte expressiva) fizermos isso, criaremos uma uma harmonia tal no planeta, que as questões como esses fenômenos estariam imediatamente erradicados.
A notícia ruim é que parece difícil que isso aconteça, tendo em vista o grau de consciência baixo dos seres humanos.
No texto de amanhã daremos seqüência e falaremos sobre o que deve acontecer em função disso. Beijo enorme e muito obrigado pela visita.

Taddeu Vargas disse...

Olá Maria, muito obrigado pela visita. Volte sempre! Abração e feliz final de domingo.

SORAYA.SENTIMENTOS.REFLEXAO.DESABAFOS disse...

MUITO BOM MARUJO!!!
É ISSO AÍ, SINTO QUE UMA UMA NOVA CONSCIENCIA, OU SEJA, UM ACORDAR DO AMOR MAIOR VEM CHEGANDO DE MANSINHO...
É TEMPO DE MUITA MEDITAÇAO, DE PURIFICAÇAO...DE NOBRES AÇOES.
ABRAÇO AMIGO,

SORAYA

Maysha disse...

Oi Taddeu, gostei deste post, é urgente estarmos em sintonia com a natureza, com o planeta.
Enviarmos boas energias e mudar os nossos habitos, o desrespeito pela natureza.
Penso que muitas pessoas ainda não abriram a consciencia para esta falta de amor, e depois os danos que daí advem são irreparáveis.
Quando aprendermos a amarmo-nos mais, a amar o próximo, a natureza, os animais, em suma a mudar a nossa postura, e emitirmos boas vibrações de amor incondicional, a calma far-se-á sentir, pois a natureza é grata às boas energias.
Penso que temos uma grande responsabilidade e estes textos são um alerta importante.

Uma boa semana, meu amigo, abraço-te na luz
Isa

Canduxa disse...

Olá Tadeu,

O seu texto tocou bem o ponto….o desamor existente à face da Terra.
Precisamos com urgência de aprender a amar, amar incondicionalmente todos os seres da natureza e procurar o equilíbrio. Tudo foi criado com amor, somos todos feitos da mesma energia e temos de ter consciências de que todos somos UM.
Mas é estranho que o ser humano só desperta quando a natureza mostra a sua força.

Parabéns pelo seu texto, obrigado pela sua visita e já agora convido-o a visitar o meu outro blogue UM MUNDO COLORIDO
http://1mundocolorido.blogspot.com/

um abraço

Taddeu Vargas disse...

Olá Soraya, querida amiga! É visível essa mudança de consciência de muitas pessoas. A questão é que precisamos de muito mais gente se harmonizando e gerando energias equilibradas.
Mas vamos focar o que está melhorando, para atrair mais melhora, está certo? Beijo grande.

Taddeu Vargas disse...

Boa noite Maysha, muito obrigado pela visita e pelo comentário centrado, correto! O amor incondicional é a chave, sem dúvida. Desejo um excelente semana pra você amiga. Volte sempre! Beijão.

Taddeu Vargas disse...

Olá Canduxa, seja muito bem-vinda ao blog. Muito obrigado pela visita e pelas palavras carinhosas. Vou lá conhecer seu blog. Volte sempre. Abraço forte.

REGINA GOULART SANTOS disse...

E o pior que fomos devidamente avisados de tudo isso. Aonde vamos parar?
Uma excelente semana para ti
Beijos

Maria Bonfá disse...

adorei a continuação do texto.. concordo com vc.. essa sua frase diz muito

O desamor é uma afronta à vida, pois nega a criação de tudo-o-que-existe! E tudo é amor!

só existe a ganância a indiferença ao outro e um culto exagerado a beleza. o mundo está vazio de amor.
espero ansiosa a continuação..beijão

Taddeu Vargas disse...

Olá Regina, você tem razão! Como dizem meus filhos: "Pior!" Muito obrigado pela visita e uma excelente semana pra você também querida amiga.
Beijão.

Taddeu Vargas disse...

Olá Ana (Pelos caminhos da vida), obrigado pela visita e pelo texto de grande significado. Beijo grande e uma excelente semana pra você.

Taddeu Vargas disse...

Olá Maria Bonfá, muito obrigado pela permanência! Amanhã vou postar um texto em homenagem às mulheres, e na terça a continuação dessa série de textos. Desse modo, ficas convidada a vir aqui amanhã à tarde para ser homenageada. OK? Beijão!

Michelle Crístal disse...

Tudo é amor...Talvez alguns desacreditaram no amor!O amor o mais autos dos milagres...Parece que houve uma perda não só da consciência!As pessoas estão morrendo e não sabem,por conta do Infalível,ou seus charlatões!!!Viva o amor.Que a conduta fale mais alto ao Senhor!