06 fevereiro 2010

Canteiro de Flores


Na frente do prédio onde moro tem um enorme canteiro de flores, que separa as duas faixas de uma das principais avenidas da cidade. Vejo-as de cima, com uma visão panorâmica que abrange quase toda a avenida, artéria florida da cidade adotada por esse meu momento de vida.
A visão magnífica do canteiro ilude, se comparada ao restante da cidade, mas gratifica um coração que grita por flores, paz, amores...
A beleza e a perfeição da flor tem essa capacidade de nos tirar desse mundo e nos transportar para um lugar improvável, onde a delicadeza, a doçura e a pureza são constâncias que perduram indiferentes às presenças menos doces, menos puras, mas que fazem parte do mesmo cenário.
Elas, as flores, sobram nos ambientes onde habitam. Em outros, ornamentam e quebram a dureza sem vida dos elementos que constroem nossos espaços humanos. Em todos, reinam imbatíveis em sua natural beleza, emprestando-os graça, perfume e leveza.
Ainda mais bela é a visão das flores, se fixarmos a visão até que fique um pouco embaciada e nos revele aos poucos a energia iluminada que as circundam, denunciando a aura do amor de Deus, energia eletrônica divina presente em tudo o que existe no Universo.
É assim que vejo os jardins do Mestre em meus devaneios. Belos arranjos naturais de um misto de flores e luzes a enfeitar o campo de paz onde meu sono vai acordar, fazendo brotar o sonho que vive esses momentos de magia exposta. Nele, eu caminho num chão de pétalas, como se flutuasse entre os canteiros feitos de amor e cor, aspirando o mais encantado dos perfumes, altar apoteótico da flor!
De volta ao canteiro de minha outra vida não o diminuo, em comparação com os jardins dos meus sonhos, pois é sua beleza singular a florir nossa vista física e sua coragem e resistência ao enfrentar os ambientes humanos mais densos e as intempéries climáticas, que me incentivam a viver em ambas as dimensões, absorvendo as provações e ensinamentos de uma e a beleza e a paz divina de outra, cumprindo a sina das escolhas primeiras e seguindo de volta, na direção donde vim.
MTV
taddeu vargas

7 comentários:

Lenita Nabais disse...

Belo canteiro de flores, linda mensagem bem florida! A beleza das coisas está sempre nos olhos de quem a vêem!
Abraço! Namasté!

Taddeu Vargas disse...

Olá Lenita, muito onrigado pela visita! Sua presença aqui dá o colorido do canteiro do post! Beijo imenso!

Dora Regina disse...

Que bom chegar na janela e ver flores, é Deus falando pra você através da natureza.
Linda mensagem com muita sensibilidade.
Um grande abraço e um ótimo fim de semana!
Apareça na festa do Filha do Céu!

Taddeu Vargas disse...

Olá Dora Regina, obrigado pelas palavras e pela visita. As flores embelezam qualquer lugar, até mesmo os mais tristes. Abraço forte.

Seamisai disse...

Flores...outroras um bem coloridos,lembranças que brotam em mim!

Taddeu Vargas disse...

Olá Seamisai, obrigado pela visita! Volte sempre! Abração.

Carlos Ribeiro disse...

Belo texto, realmente muito inspirador!

Forte abraço.