13 março 2011

Realizações


Numa época de muita produção de conteúdo independente e a propagação instantânea e global de todo o tipo de informação, é bom não se esquecer de uma diferença aparentemente pequena entre dois conceitos, mas de absoluta importância e definidoras consequências no processo de crescimento espiritual dos seres humanos.

As realizações espiritualistas promovem a possibilidade de amplo conhecimento, pela divulgação de ideias, experiências e ao dar visibilidade à um novo tipo de visão de fatos antigos, assim como ao tornar conhecidos indivíduos e instituições, que pesquisam, estudam, meditam e divulgam aquele conhecimento em livros, nos meios eletrônicos, na internet, em apresentações com presença física, etc.

As realizações espirituais ocorrem num outro palco e nele só atua um personagem. Na platéia apenas um assistente. A divina configuração do momento sagrado da criação espiritual coloca frente a frente alma e homem, num enredo que vai alterar o Universo com a interação de suas experiências, atualizando o ser único, agora mais evoluído, mais harmônico e mais feliz.

As realizações espiritualistas são comandadas pelo ego, necessitam de platéias lotadas, audiência de assistentes, leitores, telespectadores, internautas... crentes! As espirituais apenas são!

Nada contra a divulgação das mais diferentes manifestações de espiritualidade, pois são legítimas e necessárias. Mas a divulgação e leitura de livros sobre o assunto, a participação em comunidades afins, a própria impostação pessoal e a defesa dos preceitos místicos, assim como a participação em rituais de cunho espiritualista, embora louváveis, não geram Luz.

A suplantação do ego, com o aquietamento do ser físico e o encontro com nossa metade superior é uma realização espiritual. Jamais voltamos iguais desse tipo de experiência. Ao abrir mão do ego e permitir a comunicação entre nossas instâncias, estamos evoluindo em direção à descoberta de quem somos e do que estamos fazendo aqui, neste momento.

Enviar amor, luz, sentimentos de compaixão e tolerância são realizações espirituais, embora não dêem ibope. Ter fé é uma experiência espiritual. A fé é! E ponto. 

TaVar

7 comentários:

Nancy disse...

Porque a felicidade começa com fé!
Abx
Nancy

Jefhcardoso disse...

Olá Tadeu!
Concordo que “Enviar amor, luz, sentimentos de compaixão e tolerância são realizações espirituais, embora não dêem ibope.”, mas a pessoa se sente tão bem, feliz!
Prazer em estar aqui!
“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)
Gostaria de lhe convidar para que comentasse o meu conto “Água benta bem gelada”. Ok?
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Malu disse...

Sim, é bem verdade, precisamos de realizações espirituais para que as demais caminhem em HARMONIA.
Abraços

Grêmio Unido disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Taddeu Vargas disse...

Verdade Nancy! Esse é o ponto! Muito obrigado pela visita. Abraço forte.

Taddeu Vargas disse...

Olá Jefh, é um prazer recebê-lo aqui no blog. Vou lá comentar. Abraço forte.

Taddeu Vargas disse...

Que bom revê-la Malu, seja muito bem-vinda novamente. Abraço forte.