12 dezembro 2010

Mar à vista



De volta à janela de onde enxergo o mar, afinal, lugar de marujo é nele, ou perto dele! Daqui vejo mais que o mar; vejo o que o ele construiu à sua beira: casas, ruas, praças, negócios, rotinas, carreiras, expectativas, emoções! Uma cidade, uma comunidade, uma história!

O cenário é comum, repete-se pelo planeta afora, nas comunidades formadas à beira-mar. O incomum é minha absoluta alegria por estar aqui. Nem no calor da criação do maior dos meus devaneios, tendo como tema o mar, percebi que sua influência sobre meu estado de espírito fosse tão definitiva.

Estou aqui por causa do mar, pivô da trajetória deste marujo aprendiz de escritor, que a ele retorna para buscar conselhos, que irão definir a sequência da caminhada. Há muito tempo que funciona assim. Sempre que algo importante está para acontecer é próximo ao mar que venho me abastecer.

A razão da supremacia planetária está na quantidade de energia divina pouco alterada pelo homem, que o mar contém. Claro que a falta de consciência ecológica faz uma força danada para acabar com isso. E não é somente o desmando ambiental que produz alteração da pureza da energia da criação. A postura emocional da sociedade humana também interfere no ambiente, desqualificando o perfil da energia eletrônica que mantém o sistema em perfeita harmonia e funcionamento.

No entanto, pela sua grandeza física e pequena densidade demográfica, pois não são tantos os embarcados, em proporção aos não-marujos nessa vida, a energia divina pura à disposição nos oceanos ainda é muito expressiva, tranformando esse ambiente em altamente "fornecedor" da luz pura de Deus.

Particularmente vou aproveitar esses momentos de exposição à energia universal para absorver a paz e a luz necessárias para este momento significativo de minha vida.

Ah! É claro que também vou aproveitar a inspiração para finalizar o livro Cem Crônicas, por isso quem deseja participar da publicação, com alguma crônica própria, se apresse!

Um belo final de semana e um beijo carinhoso em você leitor(a).


TaVar

5 comentários:

Helly disse...

Querido Taddeu,
Dessa janela onde te conheci virtualmente, e que tantas inspirações vc obteve pelo Divina Energia do Mar, espero que possa enviar muitas vibrações para todos os seus amigos e familiares que torcem pelo seu sucesso na vida.
Aguardo seu livro logo.
Paz profunda,
Helly

Taddeu Vargas disse...

Obrigado querida Helly, agora sai o Cem Crônicas, com certeza! Beijo imenso.

ValCruz disse...

Olá! Achei muito bonito seu texto e resolvir deixar o sinal de que passei por aqui. Adoro o mar!!!

Abraços e bom fim de semana!!

Taddeu Vargas disse...

Olá Val, muito obrigado! Volte sempre! Abraço forte e uma bela e feliz semana para você.

Renata disse...

Tadeu, que belo texto!Encontrei-me em alguns trechos e de fato o parabenizo por tamanha sensibilidade. Abraços e ótima terça!