31 janeiro 2010

Objetivos do Ano - Estação Janeiro


Essa madrugada me ocorreu que podemos usar o Calendário Gregoriano, que divide o ano em 12 meses, para reforçar nossos propósitos que estabelecemos lá na virada do ano. Assim, a cada 30 dias faríamos um balanço do que conseguimos alcançar no período, reforçando o propósito de busca pelos objetivos traçados.
Desse modo, hoje, 31 de janeiro, é dia de repensar o projeto de Ano Novo e avaliar nossa atuação no período.
Esse é o momento para alinhar nossos principais objetivos de vida para esse ano e verificar deles qual conseguimos evoluir, e os que ainda não saíram da prancheta mental estabelecida lá no Réveillon.
Se repetirmos essa operação ao final de cada mês, a chance de conseguirmos acabar o ano com alto índice de conquistas é muito grande, ou, pelo menos, bem maior do que deixar rolar mais um ano de nossas vidas sem medir o que conseguimos evoluir de nossas pretensões assinaladas no início do ano.
Pare agora! Essa é a Estação Janeiro. Aproveite que é domingo e rememore os últimos dias de dezembro do ano passado e anote tudo aquilo que prometeu pra você mesmo não mais fazer. Escreva também tudo aquilo que escolheu ter ou ser neste ano e faça o balanço do que alcançou. Mude as escolhas que as circunstâncias tiverem alterado e prepare-se para daqui há 30 dias repetir a operação.
Cada vez que você fizer isso - serão 11 vezes no ano - estará reforçando seus propósitos e aumentando a chance de alcançá-los e também avaliando sua performance em cada um deles, ao mesmo tempo em que examina a possível repetição de erros do passado, que acabaram por estagnar sua vida, ou fizeram você andar para trás.
Agora vou postar esse texto no blog e no arquivo do nascente
CEM CRÔNICAS e rever meus próprios objetivos, para ver o que está medindo meu conquistômetro.
No último Réveillon elenquei meus propósitos para esse ano, dividindo-os em focos materiais e espirituais, de forma a mapear tudo que eu gostaria de evoluir na senda espiritual e conquistar na alçada material.
Muitas vezes esses objetivos se confundem, por andarem juntos, ou mesmo por serem uns condições de outros e vice-versa.
Assim, resolvi, entre outras metas para esse ano, deixar registrado na forma de um livro, que já ganhou até nome, essa dicotomia existencial que nos veste e, como as outras escolhas que fiz, esta também estará submetida ao teste mensal que vim hoje propor.
Sucesso aos que tentarem!
MTV
taddeu vargas

4 comentários:

Cida Lopes disse...

Olá querido,

Sei que estou um pouco atrasada,mas vim agradecer a sua visita.Você se diz um marujo perdendo o medo do mar.E eu me sinto uma fênix, renascendo das cinzas.De vez enquando quando der tempo,você vai me encontrar por aqui,gosto do que você escreve.Beijocas.

Taddeu Vargas disse...

Olá Cida, muito obrigado pela visita. Você chegou no momento certo. Agora! Seja bem-vinda e volte sempre.

Iolanda disse...

Aprovei a estratégia e vou empregá-la daqui por diante. Bjs.

Taddeu Vargas disse...

Olá Iolanda, obrigado, mais uma vez, pela visita. Depois me conta os resultados. Abração enorme!